Fabricante do tipranavir informa que antirretroviral deve estar disponível no mercado brasileiro em julho

Em resposta ao pedido feito pelo Fórum de ONG/Aids do Estado de São Paulo, o laboratório Boehringer Ingelheim enviou nesta quinta-feira (24/6) um comunicado à Agência de Notícias da Aids, informando que o antirretroviral tipranavir já foi registrado nas autoridades sanitárias brasileiras e deve estar disponível no País a partir de julho.

A aquisição do medicamento usado por 40 pessoas no Brasil estava com problemas, segundo informou a Coordenadora do Programa de DST/Aids do Estado de São Paulo, Maria Clara Gianna, em recente reunião com ativistas, depois que a Boehringer tirou a licença do antirretroviral na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

De acordo com a Assessoria de Imprensa do laboratório de origem alemã, após uma nova definição do preço pela Câmara do Mercado de Medicamentos da Anvisa, “foram imediatamente iniciados os procedimentos para produção e importação do tipranavir nas apresentações cápsulas e solução oral (líquida)”.

A previsão da Boehringer é vender o produto no Brasil a partir de julho, facilitando o acesso para os pacientes que necessitam dessa alternativa terapêutica.

Apesar de não estar na lista de antirretrovirais que integram o consenso nacional, o tipranavir é comprado por alguns estados, como é o caso de São Paulo, que distribui o medicamento gratuitamente para os 10 pacientes que precisam.

Para saber mais:
>> Fórum de ONG/Aids de São Paulo pede a laboratório importação do ARV Tipranavir

Fonte: Agência de Notícias da Aids
Voltar