Fórum de ONG/Aids de São Paulo pede a laboratório importação do ARV Tipranavir

Há dois meses, a dificuldade para a aquisição do medicamento antiaids tipranavir ganhou destaque nas reuniões do Fórum de ONG/Aids do Estado de São Paulo. A Coordenadora do Programa de DST/Aids da Secretaria de Estado da Saúde, Maria Clara Gianna, disse aos militantes que mesmo não estando no consenso terapêutico do Ministério da Saúde, São Paulo compra esse remédio.

“A fabricante Boehringer registrou o antirretroviral na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), mas retiraram o registro. Agora se trata de uma compra internacional, o que torna o processo mais burocrático”, comentou. Por isso, o Fórum enviou ofício à empresa pedindo a importação do fármaco ao Brasil.

Usado por 10 pacientes no Estado, esse remédio fabricado pela Boehringer Ingelheim é um inibidor de protease, geralmente eficaz para terapias de resgate, ou seja, quando outros antirretrovirais não estão fazendo muito efeito no tratamento da Aids. De acordo com o Fórum, cerca de 40 pessoas usam o fármaco no Brasil.

Leia abaixo na íntegra o ofício do Fórum.

 São Paulo, 23 de junho de 2010

Dr. Walmir Guerra Caetano
Gerente Nacional de Políticas de Saúde
Boehringer Ingelheim / São Paulo


Prezado Senhor,

Por decisão da reunião do Fórum de ONGs/Aids do Estado de São Paulo de 11 de junho de 2010, estamos escrevendo à Boehringer Ingelheim para solicitar que essa empresa importe o medicamento Tipranavir (Aptivus) para uso dos pacientes brasileiros. Serviços de saúde locais informaram de dificuldades para o fornecimento deste antirretroviral a pacientes brasileiros, o que seria facilitado se essa empresa importasse diretamente este importante medicamento. Segundo estimativas, no Brasil há pelo menos necessidade de 40 tratamentos com este antirretroviral.

Estamos à disposição para maiores esclarecimentos.

Atenciosamente,

Rodrigo de Souza Pinheiro
Presidente

Fonte: Fórum de ONG/Aids do Estado de São Paulo

Voltar